Aos 24 anos, o engenheiro Georges Chalmers foi contratado para o cargo de superintendente na mineradora Saint John Del Rey Mining Company.
Mudou-se para o Brasil em 1884, época em que desenvolveu um trabalho de destaque na empresa. Chalmers era visionário e foi responsável por grandes inovações que perduram até os dias de hoje, como a construção do Complexo Rio de Peixe, que gera energia para as operações desde a sua inauguração em 1904, além de ter lutado para a reabertura da mina, após o desmoronamento em 1886. Também foi o responsável pelo projeto e implantação da via férrea que ligava Nova Lima a Raposos, em 1913, e da instalação da primeira usina de refrigeração de mina subterrânea do mundo, em 1920. Foi dele a ideia da empresa produzir a energia elétrica que necessitava. O templo utilizado ainda hoje para os ritos religiosos anglicanos em Nova Lima é, também, projeto de Chalmers.
Os altares atribuídos a Aleijadinho que ornamentam a Matriz de Nossa Senhora do Pilar foram  doações particulares de Chalmers, pois eles foram feitos para a Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Fazenda da Jaguara que Chalmers adquiriu e doou os altares para Nova Lima.
Chalmers trabalhou na mineradora até 1924 e retornou para Inglaterra, falecendo em Londres em 1928.